quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Atividades para comemorar o Natal!


>>Explore gravuras de Natal. Conte às crianças, de modo bem simples, como foi o nascimento de Jesus. Comente sobre as festas natalinas e a decoração das igrejas, das ruas e lojas.

>>Motive as crianças a montar um presépio de cartolina ou de árvore de Natal para decorar a sala. Elas podem confeccionar enfeites como bolinhas de isopor pintadas, estrelas, velas e anjinhos de cartolina.

>>Explique o significado dos símbolos: a árvore, as bolas coloridas, os sinos, as estrelas, e as luzes representam a alegria pelo nascimento de Cristo. A estrela grande, que se vê no presépio, lembra a que brilhou sobre a gruta de Belém quando Jesus nasceu.

>>Desperte o interesse das crianças para confeccionar cartões de Natal para os amigos, pais e avós. Depois, as crianças criam mensagens, que serão escritas com a ajuda do professor ou de irmãos mais velhos.

>>Estimule a formação de bons hábitos, como o respeito às crenças das pessoas, por mais diferentes que sejam das nossas. Enfim, deve-se incentivar o respeito aos símbolos e sentimentos alheios e à religiosidade de cada um.

Texto informativo

O Natal é uma festa cristã, ou seja, é uma festa das pessoas que creem em Cristo. Jesus Cristo trouxe-nos muitas mensagens sobre a necessidade de paz, amor de respeito entre as pessoas. No Natal , dia 25 de dezembro, comemoramos o nascimento de Jesus. Mas muita gente nem se lembra do aniversariante e da mensagem que ele deixou. Algumas pessoas só pensam em ganhar presentes.

No Brasil, a maioria das pessoas são Cristãs. Mas também há muita gente que tem outras crenças ou não tem nenhuma. Os índios, por exemplo, não comemoram o Natal. Os judeus têm festas diferentes. Os muçulmanos também. Mas isso não importa. Cada um pode pensar como quiser, desde que não pense que está vivendo sozinho no mundo. Uma pergunta para cada um fazer a si mesmo nessa época do ano e em todas as outras: “O que eu não gosto de ver quando saio na rua? O que as pessoas poderiam fazer para mudar isso?”.

>>Explique aos alunos que o Natal é uma festa da religião católica. Pergunte aos alunos se alguém comemora em casa uma festa religiosa diferente dessa ou se não comemora nenhuma. Se algum aluno quiser, pode falar sobre as festas de sua religião. Para que a escola não privilegie a religião católica, em detrimento das demais crenças, propomos que as comemorações estejam centradas em mensagens de paz, fraternidade, amor, solidariedade e respeito ao próximo. Isso não impede a utilização de símbolos tradicionais do Natal, como luzes coloridas, Papai Noel e árvore de Natal, que fazem parte do imaginário infantil.

>>Leia e explique para os alunos o texto informativo.

>>Com a ajuda dos alunos, faça uma “árvore de Natal comunitária”.

Faça a arvore usando um galho seco, enfiado em uma caixa forrada com papel colorido. O galho pode ser coberto com papel crepom enrolado. Nessa estrutura, os alunos amarram lacinhos de fita e outros pingentes de cartolina pintada.

Depois cada aluno leva para casa 5 pedaços de papel espelho recortado. Nesses papéis, a família do aluno irá escrever o que gostaria que fosse diferente no mundo.

O professor receberá esses papéis e os amarrará nos galhos da árvore de Natal. Ao entregar os papéis para o professor, os alunos podem dar sua opinião sobre o que está escrito nos papéis. Para que isso seja possível, oriente os pais previamente a explicar aos filhos o que estão escrevendo.

>>Ensine-os também a fazer uma árvore de Natal utilizando uma revista usada.

Ajude os alunos a fazer esta árvore de natal, ensinando-s a dobrar as folhas de uma revista velha, uma a uma, como mostra a sequencia:

Dobrada todas as folhas, obtém-se um cone que lembra uma árvore de Natal. Basta um toque de criatividade nos enfeites para produzir uma bela árvore de Natal de material reciclável.

1 comentários:

By Alê disse...

Parabéns pela postagem bem criativa.
Abraços do Alê e até aproxima.

Postar um comentário

Seguidores

Visitantes